tempo pedro tempo

cuido-te, filho
até que andes pelos teus pés
enquanto guardo e aguardo,
teu sorriso me empresta a lembrança do meu.
tua inocência me lava
e me devolve a minha.
tua confiança na bondade do mundo
me traz de volta a coragem:
braços abertos para o desconhecido e o incerto,
cambaleando ou não, sempre em frente,
tesão de viver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s