música de Francisco

Chorava antes de dormir. Um choro aparentemente sem razão, gritado.

daqueles que poderia ter passado em branco: é sono.

Mas apertei bem forte. um som me percorreu, vindo do útero.

O som depois virou acalanto;

melodia simples, singela, bem diferente das complicadas voltas de minha cabeça.

então percebi que novamente celebrava seu nascimento

deixei sair aquela voz e, no transe dessa hora, meus braços viraram as paredes do nascer. o aperto do contato acalmou o choro. no limiar do porvir, o abraço, a contenção, o limite que nos acompanhará nessa existência terrena, mas que também nos mostra que não estamos sós.

ele soltou um longo suspiro, e soltou o corpinho num grande relaxamento. há algo que nos ampara. os contornos de nossa mãe. e esse aperto é bom.

e ele dormiu;

e uma música nasceu.

 

Chegou, chegou

o filho da harmonia

chegou, chegou

chegou trazendo luz

 

Chegou, chegou

e veio de uma estrela

chegou, chegou

chegou o meu amor

 

Chegou, chegou,

nasceu na primavera

chegou, chegou

pra vida alegrar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s