tô com marte na macaca

 

macaca

 

Você me ameaça e envenena
chantagem de luto e escassez
E eu, só de pirraça,
não caio nenhuma vez.
Você diz que a coisa é séria
faz cara de sisudez
Eu concordo, é séria mesmo
mas fio e confio, ao invés.
Você gosta de ser VIP,
eu quero pra todo mundo
Você vem com dados pobres,
eu te devolvo futuros
Você quer o meu deserto,
eu te dou uma floresta.
Você vive numa guerra
Eu gosto de amor e festa.


Mas você me chamou pra briga,
então aguenta esse encosto:
que agora não largo esse osso
e não estou sozinha nessa.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s